1 milhão de 1 real

 

LANÇADA EM ABRIL, CAMPANHA “1 MILHÃO DE 1 REAL” JÁ ARRECADA 36 MIL REAIS E 7 MIL QUILOS DE ALIMENTO.

Coletivos, artistas, ativistas, profissionais da cultura e comunicação se reuniram e criaram a campanha 1 Milhão de 1 Real . Uma resposta coletiva, baseada no apoio mútuo, à epidemia do novo coronavírus.

Com o mote “Com quantos reais se transforma uma realidade? Faça parte desta soma”, a campanha 1 Milhão de 1 Real pretende levar alimentos preferencialmente agroecológicos e materiais de higiene básica para cerca de 15 mil famílias. E assim, somar na segurança alimentar tanto da periferia de Curitiba, como da Região Metropolitana e do Litoral. O valor mínimo de doação é de um real. Além de apoio econômico, o foco também é despertar a consciência do público, repensando atitudes e a forma de viver em sociedade.

“A gente já estava procurando fazer algo coletivo. então tivemos essa ideia de 1 Milhão de 1 Real”, explica a artista e ativista Raissa Fayet, que também está à frente da campanha. Segundo ela, a ideia de uma iniciativa coletiva surgiu ao observar que colegas já estavam em dificuldades no início da pandemia do novo coronavírus.

O projeto conta com várias pessoas e iniciativas que se complementam. O diferencial é esta maneira colaborativa e horizontal de atuação. Além disso, foram abertas inscrições para voluntariado nas redes da campanha, para ampliar as colaborações. A partir dessas ações de comunicação, o grupo espera atingir um público de ao menos 3 milhões de pessoas. Por isso, o objetivo é fortalecer essa rede de apoio a quem mais precisa: a população em situação de rua, ocupações e comunidades periféricas, indígenas, pessoas catadoras de materiais recicláveis, artistas de rua em situação de emergência.

A ideia é ir muito além do financiamento coletivo, e seguir atuando quando a arrecadação inicial for alcançada. Dentro da proposta há ações de maior prazo já planejadas, para fortalecer processos de transição ecológica. Assim, a campanha fomentará soluções criativas nas comunidades, como composteiras, hortas comunitárias, biodigestores, gestão de resíduos, entre outras.

Para saber mais sobre o projeto acesse http://1milhaode1real.com.br/